AGENDAMENTO DE CONSULTAS: (54) 3045-9700 | (54) 3045-9800
VIA WHATSAPP: (54) 99253-3525
LISTA DE TELEFONES ÚTEIS   ↵

« Voltar
MOCHILAS PESADAS PODEM CAUSAR PROBLEMAS NA COLUNA

Crianças e adolescentes que carregam muito peso podem desenvolver postura incorreta e até apresentar deformidades na coluna vertebral.

Com o início das aulas, as crianças ficam empolgadas para usar o material escolar novinho. Atualmente é possível adquirir diversos tipos de mochilas e as crianças geralmente são atraídas por aquelas que trazem seus personagens favoritos de filmes e desenhos animados. Por isso é necessário que os pais tenham em mente o aspecto mais importante em relação às mochilas: o peso que elas acarretam para a coluna das crianças.


O ortopedista do IOT, especialista em coluna, Dr. Fernando Luiz Guedes Lauda, esclarece que para garantir a saúde da coluna dos pequenos, o peso da mochila deve ser de até 20% do peso da criança, ou seja, se a criança pesa 30 Kg quilos, a mochila de ter, no máximo, seis quilos. O ortopedista revela que o uso constante de mochilas pesadas pode trazer problemas sérios na saúde das crianças. “Em casos extremos pode haver até lesão da região de crescimento ósseo e causar alterações estruturais na vértebra que pode levar a deformidades”, revela.

 

A prevenção é o meio mais seguro de evitar problemas futuros, assim o ortopedista sugere que os pais optem por adquirir mochila de rodinhas no caso das crianças, e, no caso de adolescentes é orientado o uso de mochila com duas alças. “Aconselho a evitar bolsas e pastas transversais. Também é necessário lembrar que as duas alças sempre devem ser usadas, não apenas uma”, comenta. O especialista também recomenda que os pais supervisionem a quantidade de material escolar levado para a escola  que deve ser apenas o necessário para utilizar naquele dia da semana. Além disso, se for possível, os livros maiores podem ser deixados nos armários na escola.

 

Como identificar problemas na coluna

 

O ortopedista ressalta que muitas vezes os pais têm dificuldade de identificar os desvios da coluna nos filhos. “É normal estes desvios serem observados pelo professor de educação física no colégio, que encaminha ao médico para um exame que detecta a alteração. Isso porque estes profissionais tem mais facilidade de perceber a alteração durante os exercícios físicos e conseguem fazer a comparação com outros alunos. Normalmente quando são os pais que observam pela primeira vez a deformidade, ela já está em um estágio mais avançado”, explica. Assim é necessário que os pais fiquem atentos principalmente se os filhos reclamarem de dor nas costas: o indicado é procurar um especialista em coluna o mais rápido possível. 

 

FOTO ILUSTRAÇÃO: ASCOM IOT



Mais Sobre
MAIS SOBRE

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A primeira artroplastia total de tornozelo no RS
Técnicas menos invasivas e mais eficazes no trata...
Fratura de clavícula é uma das mais comuns
Sentar em W: pode ou não pode?
Você cuida da postura?
ENTRE EM CONTATO
(54) 3045-9700 / 3045-9800 Whatsapp 99253 3525
sac@iotrs.com.br

NEWSLETTER
Para assinar nossa newsletter preencha o campo abaixo.
Ok
© 2019 IOT HOSPITAL DO TRAUMA | www.iotrs.com.br - Todos os Direitos Reservados